| Vídeo

Fremont, Califórnia (EUA) – 9 de julho de 2019 – A Blackmagic Design anunciou hoje que o espetáculo teatral da Broadway “Network”, vencedor do prêmio Tony, utilizou os produtos da empresa para ajudar a criar uma experiência imersiva, colocando a plateia bem no meio de uma redação de telejornal ao vivo. O designer de vídeo e cinegrafista Tal Yarden usou os produtos Micro Studio Camera 4K, Studio Camera 4K, Video Assist 4K, ATEM 2 M/E Production Studio 4K e ATEM 1 M/E Advanced Panel no palco e nos bastidores para realizar a filmagem e a transmissão ao vivo da performance, ajudando a criar um espetáculo multimídia único para a plateia.

Dirigido pelo vencedor do Tony e do Olivier, Ivo van Hove, “Network” – uma adaptação de Lee Hall para o filme roteirizado por Paddy Chayefsky “Rede de Intrigas”, que levou quatro estatuetas do Oscar – retrata o surto do âncora de telejornal Howard Beale (Bryan Cranston) durante uma transmissão ao vivo. O elenco e a equipe utilizaram equipamentos de vídeo dentro e fora do palco a fim de impulsionar a sala de redação e enviar conteúdos às telas montadas em um cenário que remetia a um estúdio de televisão. A produção contou com unidades Micro Studio Camera 4K, instaladas em rigs portáteis, completos com gravadores/monitores Video Assist 4K e transmissores sem fio, além de unidades Studio Camera 4K, montadas em tripés equipados com teleprômpteres, para filmar as cenas de Cranston na bancada do telejornal.

“As unidades Micro Studio Camera 4K, usadas constantemente, eram as câmeras principais do espetáculo. Fizemos vários planos de imagem fluidos com steadicam, navegando pelo cenário e captando momentos de ação em uma coreografia complexa. E mais importante ainda, o monólogo ‘I’m Mad as Hell’ do Bryan Cranston, ponto culminante da peça, foi captado conforme o ator se movimentava pelo palco e interagia com outros personagens”, explicou Yarden.

Havia também uma cena que começava fora do teatro, com a Micro Studio Camera 4K filmando os atores Tatiana Maslany e Tony Goldwyn. Eles se encontram na rua, caminham por uma viela, entram no teatro pela porta lateral e aparecem em cima do palco. Em todas as performances, a cena era filmada ao vivo e exibida para a plateia.

“Comecei a trabalhar com as unidades Micro Studio Camera 4K porque estava mudando para handeld e queria trabalhar com estabilizadores no palco. A flexibilidade da Micro Studio Camera 4K em termos de tamanho e recursos viabilizou não só a cena externa como também a filmagem no palco em geral. Em um primeiro momento, o que me atraiu às câmeras Blackmagic Design foi o visual cinematográfico das imagens, uma vez que a minha origem profissional é o cinema”, acrescentou Yarden.

Todos os operadores de câmera eram performers de verdade e tinham experiência com câmeras. Eles participaram da produção através de um contrato do sindicato Actors’ Equity. “Eles não eram engenheiros de vídeo nem operadores de câmera clássicos. Eram atores, treinados para usar câmeras, que também tinham texto e atuavam”, notou Yarden. “Portanto, eu precisava de câmeras descomplicadas, fáceis de operar e que não fossem cheias de engenhocas. As câmeras Blackmagic Design atenderam todos os requisitos, e o preço acessível nos ajudou a ficar dentro do orçamento.”

Enquanto os performers assumiam o papel de operadores de câmera, alguns membros da equipe de produção de “Network” também apareciam no palco como parte da sala de redação do telejornal. “O ATEM 2 M/E Production Studio 4K ficava em um rack embaixo do palco, mas o ATEM 1 M/E Advanced Panel ficava no palco e era usado pelo nosso operador”, concluiu Yarden. “Além de monitorar as câmeras, nosso operador do switcher ATEM no palco também seguia uma lista de orientações, restaurava predefinições no roteador matriz e alternava alimentações de vídeo das câmeras para várias telas no palco. A multivisualização do ATEM também foi utilizada em vários monitores no cenário, que faziam parte do visual do espetáculo como um todo.”

Fonte: www.blackmagicdesgin.com